... e deixaram-na entregue aos lavradores da primeira aldeia que toparam. A aldeia demorava às abas do Monte Córdova, serra que se empina e ondeia com as fragosissimas encostas até à vila de Santo Tirso.
In A Bruxa de Monte Córdova, pp 178-Camilo Castelo Branco

17 de setembro de 2014

Vespa Crabro


Em finais de Agosto foram avistadas no pomar quantidades significativas de vespas de tamanho maior que o habitual que causaram estragos significativos em pereiras e em ameixeiras. Traçavam a casca da fruta mais madura e devoravam o interior. Face à suspeita de estarmos perante a vespa velutina que já causou prejuízos nas colmeias instaladas nas proximidades do pomar e  como somente usavamos armadilhas para a mosca da fruta ( furos pequenos ), colocamos recentemente também armadilhas para este tipo de insecto  (furos maiores).
Ontem, a chuva parou ao fim da manhã e aproveitamos para substituír o liquido das armadilhas colocadas nas ameixeiras - devido à chuva fazemos a substituição dia sim, dia não.
                            Ao fim da tarde, quase no lusco-fusco já havia "prendas" dentro de uma das armadilhas.

 Hoje fomos confirmar mas... tratava-se apenas de vespas crabro.

Mas nem por isso deixa de ser uma espécie a combater pois embora se alimentem preferentemente de abelhas, esta espécie de vespa é muito agressiva quando algo ou alguém se aproxima do manjar em que se deleitam.

 Temos a lembrança de vermos na RTP um programa sobre esta espécie de vespa cuja constatação apontava: - "A Vespa Crabro é uma das maiores preocupações dos apicultores. Normalmente fazem o ninho em árvores velhas de madeira putrefacta e se encontram uma colmeia dizimam-na sem problemas: atacam as abelhas produtoras de mel, cortam-lhes a cabeça com as poderosas mandíbulas e comem-lhes o abdómen."





A tudo isto nós acrescentamos que a fruta também está na sua dieta.

7 comentários:

  1. De facto, esta não é a vespa asiática (Velutina)! O nome está correcto - Crabro - mas lembro que esta espécie também é conhecida pelo apelido de "vespa europeia", e que não teme a vespa asiática. Infelizmente não passa disso: não temer a "invasora", mas também não a combate para a destruir...
    Veja o video do link em anexo: trata-se de uma vespa europeia a lutar contra duas vespas asiáticas.

    http://www.youtube.com/watch?v=zd0DbSliOVk

    Em relação à vespa Velutina/asiática, eu estou a fazer um post no meu "novo" blogue, mas que só terminarei no próximo mês - já com internet ilimitada -, pois os vídeos que andei a ver no youtube para anexar no tal post levaram-me a quase totalidade do plafond deste mês.

    As armadilhas são facílimas de fazer!
    "Normalmente" levam 3 misturas: Cerveja, vinho branco seco...e xarope de groselha concentrado (à venda no e.leclrec = http://www.prixing.fr/products/2207922-sirop-de-cassis-dia).

    Também pode ser só o xarope de groselha e a cerveja mas, assim também se vai apanhar as nossas abelhas. O vinho branco (seco...) afasta-as.

    E uma armadilha com um pouco de carne ralada no interior, há grandes possibilidades de caçar uma rainha!

    http://hortaminho.blogspot.pt/

    http://paixaodahorta.blogspot.pt/2014/09/avispa-asiatica-4nuevo-sistema-de.html

    Para as moscas da fruta e varejas coloque uma armadilha (ou várias) só com água de demolhar o bacalhau (basta deixar um rabo de bacalhau em 3 ou 4 litros de água umas 30 horas. E a água até pode ser menos...).
    Ao fim de uma semana, só num garrafão de 5 litros que tinha pendurado junto de uma macieira, havia lá centenas de moscas mortas... E que nojo que aquilo dava...

    ResponderEliminar
  2. Boa tarde,

    Eu que também moro numa aldeia que pertence a Santo Tirso, vi uma outro dia uma aqui em casa à noite. Na altura assustei-me a pensar que era das asiáticas, mas depois de ver a cor fiquei um nadinha mais tranquilo mas não me deixei de assustar com o tamanho.
    A minha questão agora é, a armadilha para este tipo de vespas também basta a água de demolhar bacalhau? Ou é a que está escrita no comentário? Relativamente à armadilha do comentário, será que dá para ter uma noção maior de qual é a dosagem? pelo que eu fiquei a perceber é 1litro de cerveja, meio de vinho seco, mas fiquei sem saber qual a dosagem de xarope de groselha?

    Parabéns pela partilha.

    Cumprimentos,
    Tiago Ferreira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Tiago
      Tal como o Tiago também estou curioso … aprendemos sempre alguma coisa com os comentários que vão surgindo.
      Cá por Codeçais apenas utilizamos como liquido nas armadilhas em garrafas pet cerveja ou água bem açucarada, sabemos que são utilizados outros ( até urina) mas não o fazemos.
      Quanto às duvidas manifestadas creio que encontrará facilmente na net respostas concretas, bastando para isso fazer busca em “armadilhas” .
      Um abraço
      António A.

      Eliminar
  3. «A minha questão agora é, a armadilha para este tipo de vespas também basta a água de demolhar bacalhau? »

    A água de demolhar o bacalhau só atrai moscas e varejas, e em grande quantidade.
    Por outro lado a água de cozer o bacalhau, e que também utilizei em 2 ou 3 armadilhas, terá caçado umas 3 ou 4 vespas; mas em contrapartida não
    atrai grande quantidade de moscas.

    «Relativamente à armadilha do comentário, será que dá para ter uma noção maior de qual é a dosagem? pelo que eu fiquei a perceber é 1litro de cerveja, meio de vinho seco, mas fiquei sem saber qual a dosagem de xarope de groselha?»

    No primeiro video anexado no artigo do meu blogue, a partir do minuto 3:55m, vê-se os 3 "ingredientes" que servem para a captura das vespas.
    Há 2 latas de cerveja que devem ser de 50cl cada - o que perfaz um litro -, uma garrafa de vinho branco, que a mim me parece ser de 1 litro, e uma "garrafa" de groselha concentrada.
    Depois vê-se o autor do video a despejar um pouco de groselha - a olho -, de seguida verte as duas latas de cerveja, e por fim a garrafa de vinho mas, nesta última ele não a deseja por completo, por isso...talvez tenha despejado uns 75cl (de novo a olho).
    Saliento que ele faz estas misturas para dentro de um regador, e que no fim utiliza em várias armadilhas (talvez umas 3...)!
    Mas no video, a letras, também diz que as misturas devem ser modificadas conforme a estação. Esta mistura é para quando há calor; já quando a temperatura é outra ele nada diz...

    Boa sorte nessa capturas!

    ResponderEliminar
  4. Bom dia
    Por aqui na zona de V. N. de Famalicão também há conhecimento de andarem por cá as tais vespas asiáticas e decerto que também as outras...
    No meu quintal tenho alguma fruta nada que dê para preocupar mas acho que estas questões são importantes para todos. Agora, queria perguntar ao ANÓNIMO do comentário imediatamente acima, o nome do seu blog, porque ele fala sobre este assunto e até num video, mas não diz o nome do blog para podermos "aprender " a fazer as armadilhas como deve ser
    A. Varzino

    ResponderEliminar
  5. Boa noite!

    O "anónimo do comentário imediatamente acima" - que sou eu - é o mesmo do primeiro comentário sobre este artigo, bastava seguir os links que deixei que ia ter ao blog!
    Em todo o caso o blog chama-se "Uma Horta no Minho" (ex Paixão pela Horta), mas ainda não aparece no motor de busca (google, etc), e não faço a mínima porquê?...

    http://hortaminho.blogspot.pt/

    Volto a relembrar que o artigo que estou a fazer no blog não está terminado, e só o terminarei em Outubro quando já tiver a internet ilimitada.
    Entretanto posso já adiantar que neste últimos dias descobri informação muito importante e útil sobre a vespa asiática, e que então depois em Outubro partilho lá no blog.
    Tenho a certeza que essa informação será de enorme valia para as pessoas "atingidas" mas em particular para os apicultores.

    António

    ResponderEliminar
  6. estou cansado de colocar o dito isco e ainda não apanhei uma só vespa por este processo e já perdi uma colmeia e as outras estão a ir pelo mesmo caminho a unica forma é matá-las á pancada com um bocado de rede amarrada num pau, e depois pisá-las.

    ResponderEliminar